Canto das Três Raças* e a Constelação

May 5, 2017


Ganha a minha atenção uma entrevista na rádio sobre a obra musical de Clara Nunes, no retorno para casa, logo depois de ter realizado uma constelação e um encontro para esclarecimentos e aprendizados sobre as descobertas de Bert Hellinger. 

 

O Canto das três raças me faz viajar ao primeiro contato com a abordagem das constelações sistêmicas e às revelações emergidas, no período em que o meu senso de executiva buscava respostas que apontassem saídas para o significativo aumento dos afastamentos e licenças dos trabalhadores adoecidos e explicassem essas ocorrências para além das evidências objetivas.

 

Jane Peterson, a americana que me constelava naquele presente, diante da questão formulada, propôs: - Vamos ver o que acontece com os "canarinhos" da sua empresa! Usando o recurso da parábola ilustrou a questão apresentada com um conto de sua terra natal. Diz o conto popular que quando os mineiros adentram as cavernas para escavação e exploração dos minérios preciosos, colocam na entrada da mina uma gaiola com um canarinho que cante alto e bonito. O canto do passarinho, na verdade, funciona como um sinal de alerta que garante a vida dos trabalhadores, pois, caso pare de cantar ou enfraqueça o seu canto, está sinalizado o vazamento de gases venenosos o que também determina o momento de abandonar o interior da mina. O canarinho, então, se torna o guardião das minas e dos mineiros.

 

O fenômeno revelado pela constelação realizada por Jane, apontou o sofrimento e os lamentos de consciências que fizeram parte da história da empresa num tempo distante. As falas e os movimentos dos representantes deitados no chão, informavam que a dor continuava machucando os acorrentados e aprisionados daquele contexto, perpetuado até os dias atuais.

 

A consciência dessa verdade me coloca frente à  missão de trabalhar, incansavelmente, no sentido de reparar e transmutar tanta dor e sofrimento que envolveu e envolve as três raças e etnias na formação da gente de um país cujo destino anunciado é o de ser celeiro do mundo e berço da diversidade, numa realidade mais humana. 

 

Ato contínuo, voltei minha atenção à letra da canção, já que a conversa de minutos e anos atrás parecia não ter terminado…

 

"Ninguém ouviu um soluçar de dor no canto do Brasil! Um lamento triste sempre ecoou desde que o índio guerreiro foi pro cativeiro e de lá cantou. Negro entoou um canto de revolta pelos ares no Quilombo dos Palmares onde se refugiou. Fora a luta dos Inconfidentes pela quebra das correntes. Nada adiantou...

E de guerra em paz, de paz em guerra, todo o povo dessa terra quando pode cantar, canta de dor...

 

E ecoa noite e dia, é ensurdecedor… Ai, mas que agonia, o canto do trabalhador! Esse canto que devia ser um canto de alegria soa apenas como um soluçar de dor…"

 

 

Canto das Três Raças - Composição de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro, interpretado por Clara Nunes (1974).

 

 

 

Please reload

Blog

Destaques

Descubra como acontece a Constelação e o que ela pode fazer por você!

October 3, 2017

1/2
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Ayhu Desenvolvimento Humano



contato@ayhu.com.br

 

Sueli Mascarenhas | Consteladora Sistêmica | Cel: (21) 983707125  

 

Sede

Rua Coronel Ribeiro Gomes, 389 - São ConradoRio de Janeiro/RJ - CEP 22610-240

 

Atendimentos

Rua General Danton Teixeira, 92 - São Conrado, Espaço Jardim do Joá

Rua General Roca, 778 sala 410 - Tijuca, próximo à estação de metrô Saenz Pena

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle